quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

OS 10 MANDAMENTOS PARA UM CASAMENTO FELIZ






Dentre as regras de ouro para um casamento feliz e bem sucedido, uma delas é amar o seu parceiro como a ama a si mesmo.
Não importa quem você é; aonde você vai e o que você faz, a humanidade criou muitas regras e regulamentos na sociedade em que vivemos. Precisamos delas para agir corretamente e se relacionam uns com os outros no trânsito, na escola, no trabalho, e, basicamente, em qualquer lugar. Você pode imaginar o que seria a vida sem regras? Ou que tal os aviões voando sem qualquer ordem de voo? A maioria de nós vai admitir que isto criaria um enorme caos em todo o mundo.
Tudo isso é verdade, mas o que as regras têm a ver com o casamento? Quem vai estabelecer as regras para isso? Bem, quem fez as regras para o trânsito? Os inventores de carros! Da mesma forma, o Inventor do casamento, ou seja, Deus; deu as regras para um casamento feliz. Sim, ele fez homem e mulher diferentes para que se complementassem; não para competir uns contra os outros. Mas muitas vezes, em nossa sociedade competitiva, tendemos a esquecer de que o casamento não funciona melhor se nós aplicamos a concorrência.
A IDEIA POR TRÁS DISSO
Jesus, o filho de Deus, disse que o maior mandamento de todos é amar o próximo como você ama a si mesmo. Aplicar este mandamento para o casamento significa amar seu cônjuge como você ama a você próprio. Isso implica colocar o desejo de seu amado (a) acima dos seus; dando-se para fazer os outros felizes. Se você casar porque quer que seu parceiro te faça feliz, está casado pela razão errada. Por outro lado, a razão correta deve ser você querer fazer o seu parceiro (a) feliz. Se você realmente o (a) ama, quer ver a felicidade em seus olhos e coração, certo?
Porém, a coisa surpreendente é que no processo de agradar a seu esposo, você será feliz e vice-versa! Inesperado, não é? No entanto, amar seu cônjuge se aplica a ambos os lados; você tem que manter em mente que o respeito é uma obrigação. Quero enfatizar o fato de agradar seu cônjuge não significa uma relação de “o mestre mandou”! Não, na verdade, essa relação não tem respeito; um fato que mais cedo ou mais tarde vai levar a consequências indesejadas.
OS MANDAMENTOS
Homens e mulheres são igualmente valorizados aos olhos de Deus. sim, eles podem ter papéis distintos na vida. No entanto, o respeito é o principal ingrediente para qualquer casal ser verdadeiramente feliz e satisfeito um com o outro. Aqui estão os 10 mandamentos bíblicos que você pode seguir para desfrutar de um casamento feliz.
Nunca trazer os erros do passado.
Pare de criticar ou julgar. Se você perdoar os outros, você será perdoado.
“Não julguem, e vocês não serão julgados; não condenem, e não serão condenados; perdoem, e serão perdoados. Deem, e será dado a vocês; colocarão nos braços de vocês uma boa medida, calcada, sacudida, transbordante. Porque a mesma medida que vocês usarem para os outros, será usada para vocês.”
São Lucas 6,37-38.
Queiram apenas agradar um ao outro ao invés de agradar o mundo todo.
E como se beneficiar se você ganha o mundo inteiro, mas perde sua própria alma no processo?
“Que aproveita o homem ganhar o mundo inteiro e perder sua alma?”.
Marcos 08:36
Nunca ir dormir com um argumento inquieto. Não deixe a raiva ganhar controle sobre você.
“Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira, nem deis lugar ao diabo”.
Efésios 04:26
Pelo menos uma vez por dia, tente dizer algo elogioso ao seu cônjuge.
Gentis palavras trazem vida e saúde; uma língua enganosa esmaga o espírito.
“O falar amável é árvore de vida, mas o falar enganoso esmaga o espírito”.
Provérbios 15:4
Nunca o cumprimente sem uma afetuosa saudação.
“Beije-me ele com os beijos da sua boca; porque melhor é o teu amor do que o vinho”.
 Cantares de Salomão 1:2
Amem-se na riqueza e na pobreza
Alegrem-se em cada momento que Deus lhes deu juntos. Uma tigela de sopa com alguém que você ama é melhor do que um bife com alguém que você odeia.
“É melhor comer um prato de hortaliças, onde há amor, do que ter um boi cevado acompanhado de ódio na refeição”.
Provérbios 15:17
Se você tem uma escolha entre fazer algo para você mesmo ou para o seu companheiro, escolha seu parceiro.
Não detenhas quem merece quando está em seu poder para ajudá-los.
“Não detenhas de seus donos o bem, estando na tua mão poder fazê-lo.”
Provérbios 03:27
Se caso o seu companheiro eventualmente te ofender, aprenda a perdoar.
Se houver arrependimento, perdoe. Mesmo se ele te males sete vezes por dia e cada vez que se transforma novamente e pede perdão, perdoá-lo.
“Se teu irmão pecar contra ti, repreende-o; se ele se arrepender, perdoa-lhe. Se, por sete vezes no dia, pecar contra ti e, sete vezes, vier ter contigo, dizendo: Estou arrependido, perdoa-lhe”.
Lucas 17:3-4
Não use a fé, a Bíblia ou Deus como um martelo. Deus não enviou seu filho ao mundo para condená-lo, mas para salvá-lo.
“Deus enviou o seu Filho ao mundo não para condenar o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por meio dele”.
João 03:17
Deixe o amor ser seu guia.
O amor é paciente e bondoso. Amor não é ciumento ou arrogante ou orgulhoso ou rude. Amor não exige sua própria maneira. O amor não é irritável e não mantém nenhum registro de quando ele tenha sido injustiçado.
“O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal”. 1 Coríntios 13:4-5

Nenhum comentário:

Postar um comentário