quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

UE oferece 3 bilhões de euros para Turquia conter fluxo de migrantes

A Comissão Europeia vai apresentar, até 15 de dezembro, um programa de apoio a refugiados que se encontram na Turquia, anunciou neste domingo (29) em Bruxelas, o líder do executivo comunitário, Jean-Claude Juncker. O objetivo é ajudar o governo turco para evitar que mais pessoas continuem a migrar para a Europa.
“A Comissão Europeia vai apresentar até 15 de dezembro um plano detalhado para a reinstalação dos refugiados que estão atualmente na Turquia”, disse Juncker, em coletiva de imprensa no final da reunião de cúpula extraordinária entre a União Europeia (UE) e a Turquia. “A reinstalação tem de ocorrer nos próximos meses, e estou muito otimista.”
Nesse sentido, foi também oficializada uma verba de 3 bilhões de euros para ajudar a Turquia a lidar com a crise de migrantes e refugiados.
Os líderes decidiram ainda, anunciou, o primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, realizar duas reuniões anuais de cúpula entre os dois blocos.
No encontro, decidiu-se que devem ser mantidas discussões regulares, havendo ainda a intenção de reforçar a cooperação sobre política externa e de segurança, incluindo o combate ao terrorismo.
O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, lembrou que a questão da migração foi a principal razão do encontro de hoje, mas destacou que a UE não espera que as suas fronteiras sejam guardadas por outros: “Isso só pode ser feito por europeus”. Ele, no entanto, ponderou que a UE e a Turquia têm que agir juntas.
*com informações da Agência Brasil
Deixe o seu comentário

Nenhum comentário:

Postar um comentário