terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Reescreva sua historia, em 2016

Quando 2015 começou, ele era todo seu.
Foi colocado em suas mãos...
Você podia fazer dele o que quisesse...
Era como um Livro em Branco, e nele você podia colocar:
um poema, um pesadelo, uma blasfêmia, uma oração.
Podia...
Hoje não pode mais; já não é seu...
É um livro já escrito...
Concluído!!!


Como um livro que tivesse sido escrito por você,
ele um dia lhe será lido, com todos os detalhes,
e você não poderá corrigi-lo.
Estará fora de seu alcance...
Portanto, antes que 2015 termine, reflita,
tome seu velho livro e o folheie com cuidado...
Deixe passar cada uma das páginas pelas mãos
e pela consciência; faça o exercício de ler a você mesmo...
Leia tudo...
Aprecie aquelas páginas de sua vida em que você usou seu melhor estilo...
Leia também as páginas que gostaria de nunca ter escrito...
Não, não tente arrancá-las...
Seria inútil. Já estão escritas...

Mas você pode lê-las enquanto escreve o novo livro que lhe será entregue...
Assim, poderá repetir as boas coisas que escreveu,
e evitar repetir as ruins...
Para escrever o seu novo livro, você contará novamente
com o instrumento do livre arbítrio, e terá, para preencher,
toda a imensa superfície do seu mundo...
Se tiver vontade de beijar seu velho livro, beije-o...
Se tiver vontade de chorar, chore sobre ele...
Não importa como esteja...
Ainda que tenha páginas negras, entregue
e diga apenas duas palavras:
Obrigado e Perdão!!!
E, quando 2016 chegar, lhe será entregue outro livro, novo,
limpo, branco todo seu, no qual você irá escrever o que desejar...
FELIZ LIVRO NOVO !!!

domingo, 27 de dezembro de 2015

CARTÃO DE NATAL


Uma confiança verdadeira

"Bem-aventurados todos os que nEle confiam" Salmo 2:12b
PASSAGENS COMPLEMENTARES: Salmo 119:97-112; Lamentações 3:22-26
Quando olhamos uma pessoa, adquirimos uma imagem dela baseada em sentimentos e impressões; faz-se necessário iniciar uma comunicação, se queremos conhecê-la de verdade; quanto mais diálogo e relação tenhamos com essa pessoa, mais será a influência que esta exerce sobre nossa vida. Igualmente acontece com Deus e Sua Palavra; é impossível comprovar a cura e a liberdade que Deus nos transmite por meio da Sua Palavra, sem uma relação crescente com ela.
Quando nos entregamos a Deus, Ele nos conduz em seus braços de amor, por meio de Sua Palavra, até o equilíbrio nas três áreas do ser humano: espírito, alma e corpo. O Deus próximo, que nos fez e formou, sai a nosso encontro cada dia, com uma oferta ilimitada de Graça, como presente de amor. Isto significa que podemos depositar nEle: vitórias, derrotas, alegrias e tristezas, fracassos e êxitos. Encontramos o que buscamos!

Bem-aventurados nós que colocamos nossa confiança no Criador e aplicamos em nossa vida Sua Palavra, pois esta nos ajusta de tal maneira que avançamos felizes, com uma mente sadia, emoções controladas e vontade firme a serviço de objetivos claros e definidos. A Bíblia teve sua origem na mente de Deus e é através dela que devem ser formados nossos pensamentos, reguladas nossas emoções e modeladas nossas vontades.
Para compreender melhor o anterior, é necessário lembrar que nosso Deus Pai é fiel. Ele é digno de nossa fé e confiança, guarda Seu Pacto e Suas promessas, cumpre Sua Palavra; Ele não muda, é imutável. Numa sociedade onde a infidelidade é comum, as pessoas crescem num ambiente de desconfiança e medo. Apenas os que confiam em Deus podem descansar nEle, porque "Sua fidelidade é incomparável". Mesmo que nós sejamos infiéis, Ele permanece fiel, pois não pode negar-se a Si mesmo. A partir daí podemos descansar e não permitir que a ansiedade, o medo e o pessimismo nos dominem. Compreender a fidelidade de Deus deve comover nosso coração, já que sem merecer, sempre contamos com Seu amor, Sua provisão e Seu cuidado.
Onde encontraremos outro amor semelhante ao dEle?
VAMOS FALAR COM DEUS:
video"Pai amado, hoje quero deleitar-me em Ti, na Tua Presença, pois é ali onde Você me sustenta, me cura, me fortalece, me faz livre de armações e paradigmas que me escravizam e me enche do Teu amor incondicional. Pai amado, que bom é saber que não há ninguém como Você é, que apesar de nossa infidelidade, Você permanece fiel. Obrigado porque Você não deixa de me amar e nunca muda. Só te peço que não me deixe ser indiferente a tão precioso presente. Tomo hoje a decisão de Te seguir com todo coração, de Te amar com todas as forças e nunca olhar para trás. Amém"
Original: Devocionais Diários em Espanhol
Tradução: W. A.
Projeto "Conhecendo a Deus Todos os Dias"

O que é importante ?Aquilo que você tem, ou que conquistou.!

"Que você consiga uma casa maior, mas que quase todos os cômodos fiquem vazios por sua família estar unida ao redor de uma única mesa.
Que você compre o carro dos seus sonhos, e descubra que ele pode ficar parado na garagem enquanto você caminha de mãos dadas por um parque.
Que você realize o desejo de comprar uma TV enorme, 3D, com home theater, mas que ela permaneça desligada durante o jantar, para que você possa ouvir como foi maravilhoso o dia da sua família.
Que sua conta bancária esteja satisfatoriamente recheada, mas sobretudo, que você tenha em seu bolso um ou dois reais para comprar algodão doce e saboreá-lo sujando os dedos.
Que você tenha um excelente plano de saúde, mas que se esqueça que ele existe por não precisar usá-lo.
Que você jante em badalados restaurantes para descobrir que a maior chef que existe, cozinha todos os dias dentro da sua casa.
Que sua internet trafegue em altíssima velocidade, mas que sua melhor rede seja aquela pendurada entre duas árvores, onde você possa ouvir os pássaros cantarem.

Que você tenha um smartphone de última geração, mas que não precise usá-lo para dizer às pessoas mais importantes da sua vida o quanto elas são especiais.
Que você tenha um tablet, mas que use mais as pontas dos seus dedos para fazer cafunés do que para mandar e-mails.
Que você possa comprar boas roupas, bolsas e relógios, mas que sua verdadeira marca seja a "inspiração" deixada pelos lugares por onde passará.
E que assim, conquistando tudo o que você sempre quis, você descubra que mais importante do que aquilo que você tem, é o que você faz com tudo o que conquistou."
É o que deseja ,Nossa Equipe do Blog Tribuna

O amor do Senhor Deus não se acaba

Lamentações 3.19-40. Amigos,  deixo esta palavra para reflexão. 
Eu lembro da minha tristeza e solidão, das amarguras e dos sofrimentos.  Penso sempre nisso e fico abatido. 
Mas a esperança volta quando penso no seguinte:  O amor do Senhor Deus não se acaba, e a sua bondade não tem fim.  
Esse amor e essa bondade são novos todas as manhãs; e como é grande a fidelidade do Senhor !  Deus é tudo o que tenho; por isso, confio nele.  O Senhor é bom para todos os que confiam nele.  O melhor é ter esperança e aguardar em silêncio a ajuda do Senhor .  E é bom que as pessoas aprendam a sofrer com paciência desde a sua juventude.  
Quando Deus nos faz sofrer, devemos ficar sozinhos, pacientes e em silêncio.  Devemos nos curvar, humildes, pois ainda pode haver esperança.  Quando somos ofendidos, não devemos reagir, mas sim suportar todos os insultos.  O Senhor não rejeita ninguém para sempre.  

Ele pode fazer a gente sofrer, mas também tem compaixão porque o seu amor é imenso.  Não é com prazer que ele nos causa sofrimento ou dor.  Deus sabe quando neste país os prisioneiros são massacrados sem compaixão.  
O Deus Altíssimo sabe quando são desrespeitados os direitos humanos, que ele mesmo nos deu.  Sim, o Senhor sabe quando torcem a justiça num processo.  
Ninguém pode fazer acontecer nada se Deus não quiser.  Tanto as coisas boas como as más acontecem por ordem do Deus Altíssimo.  Por que nos queixarmos da vida quando somos castigados por causa dos nossos pecados?  
Examinemos seriamente o que temos feito e voltemos para o Senhor .
Tenham todos um maravilhoso domingo!!!! 
Por:Jaqueline Mendes

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

QUE NESTE NATAL NASÇA UM NOVO ANO EM SUA VIDA

Que este ano novo se inicie no nascimento deste Natal.
Que tudo de bom não seja expressado por sorrisos, palavras ou abraços, mas pelo nariz, nos suspiros profundos, pelos olhos lacrimejados e pelas mãos, do toque suave...
Que a prosperidade não seja expressa por números e resultados do que se acumulou, mas pelo que se espalhou, pelo que foi útil e pelo bem alcançado...
Que o mais belo lugar não se chegue por uma longa viagem, mas no encontro silencioso de um abraço...
Que a alegria não se expresse com gritos, toques de taças e brindes alegres, mas pelo encontro de peitos soluçantes, mudos, sem palavras, sem ar...
Que o progresso não se desenvolva por novas descobertas, novos objetos e aparelhos, melhoria do bem estar, - que tanto temos – mas no viver sem nada precisar, pois estamos todos ali onde estivermos, e É o nosso lugar...
Que este Ano Novo, nasça neste Natal, no coração de todos, para que chova chuvas de bênçãos, que acabe com esta seca tão longa e que tanto castiga, que criamos para viver...
Que as prisões, delegacias, soldados e policiais; médicos, enfermeiros e hospitais; escolas, professores e faculdades; Advogados, Fóruns, Juízes e Jurídicos; Igrejas, Templos, padres, pastores, reverendos, seitas e religiões; aviões, carros e caminhões; aparelhos e estruturas de comunicações...
Que tudo isto, se torne completamente inútil e imprestável, sem nenhuma serventia, pois onde estivermos, estaremos na Casa de Nosso Pai, vivendo conforme Sua Promessa que o Salmo 91 expressa...
Que neste Natal, nasça um NOVO ANO EM NOSSAS VIDAS!!!

Deus responde as nossas orações?

Você conhece alguém que realmente confia em Deus? Quando era atéia, uma grande amiga minha costumava me contar toda semana algo específico pelo que ela estava orando, na certeza de que Deus iria tomar providências. E toda semana eu costumava contemplar Deus agindo de maneira incomum para responder suas orações. Você sabe como é difícil para uma atéia observar fatos como esses, semana após semana? Depois de um certo tempo, dizer que não passava de “coincidências” se tornou um argumento muito fraco.
Então, por que Deus respondia as orações da minha amiga? A maior razão para isso é porque ela tinha um relacionamento íntimo com Ele, desejava segui-lo e, realmente ouvia o que Ele tinha a dizer. Em sua mente, Deus tinha o direito de dirigir sua vida e ela o fazia se sentir bem-vindo para fazer justamente isso! Quando ela orava por determinada coisa, era porque, de certa forma, se sentia muito confortável ao se achegar a Deus com suas necessidades, suas preocupações, ou qualquer assunto referente a sua vida. Além disso, estava convencida, pelo que lia na Bíblia, que Deus queria mesmo que ela descansasse nele assim.
Ela basicamente colocava em prática o que esta frase bíblica diz: “Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: se pedirmos alguma coisa de acordo com a sua vontade, ele nos ouve.” (1 João 5:14 ) “Porque os olhos do Senhor estão sobre os justos e os seus ouvidos estão atentos à sua oração, mas a face do Senhor está contra os que praticam o mal.” (1 Pedro 3:12 )
Então, por que Deus nem sempre responde às orações de todos?
Pode ser porque nem todos tenham um relacionamento com Ele. Eles devem saber que Deus existe, devem até adorar a Deus de vez em quando. Mas esses que nunca parecem ter suas orações respondidas, provavelmente não desenvolveram um relacionamento com Deus. Além disso, eles nunca devem ter recebido de Deus perdão completo de seus pecados. “O que uma coisa tem a ver com a outra?”, você deve estar se perguntando. Aqui está a explicação: “Certamente, o braço do Senhor não está encolhido para salvar, nem seu ouvido fechado para ouvir. Mas suas iniqüidades separaram vocês de Deus. Seus pecados esconderam a face dele de vocês, então ele não os irá ouvir.” (Isaías 59:12)
É muito natural sentir essa separação de Deus. Quando as pessoas se voltam para Ele a fim de colocá-lo a par de algo, ou para pedir algo, o que geralmente elas fazem? Começam dizendo: “Deus, eu realmente preciso da tua ajuda neste problema…”. E aí há uma pausa, seguida de: “Eu sei que não sou uma pessoa perfeita, que realmente não tenho direito nenhum de te pedir isso…”. Existe um conhecimento pessoal de pecados e fracassos. E a pessoa sabe que Deus está ciente disso também. Há uma noção de: “Com quem penso que estou brincando?”. O que eles não devem saber é como podem receber o perdão de Deus por todos os seus pecados e como podem desenvolver um relacionamento pessoal com Deus, para que então Ele possa ouvi-los. Este é o fundamento básico para que Deus responda suas orações.
Como Orar: O Fundamento Básico
Primeiro você deve começar um relacionamento com Deus. Imagine que um rapaz chamado Marcos decide pedir ao reitor da Universidade de Federal do Rio de Janeiro (alguém que ele nem ao menos conhece) que autorize o empréstimo de um carro para ele. Marcos teria chance nula de conseguir ser atendido. (Estamos presumindo que o reitor da UFRJ não seja idiota). Por outro lado, se a filha deste mesmo reitor pedisse a seu pai que autorizasse um empréstimo de carro para ela, não haveria problema algum. Um relacionamento pessoal conta muito.
Com Deus, quando alguém é verdadeiramente seu filho, quando alguém pertence a Ele, Ele o conhece e ouve suas orações. Jesus disse: “Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem. As minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem. Eu lhes dou a vida eterna, e elas jamais perecerão; ninguém as poderá arrancar da minha mão.” (João 10:14, 27-28)
Quando o assunto é Deus, você realmente o conhece? E Ele conhece você? Você tem um relacionamento com Ele que garanta a resposta de suas orações? Ou Deus está bem distante, sendo apenas um conceito em sua vida? Se Deus está distante, ou você não tem certeza de que o conhece, aqui está uma maneira de começar a se relacionar com Ele agora mesmo: Conhecendo Deus pessoalmente.
Será que Deus vai responder sua oração definitivamente?
Para aqueles que realmente o conhecem e descansam nele, Jesus parece ser muito generoso em sua oferta: “Se vocês permanecerem em mim, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o que quiserem, e lhes será concedido.” (João 17:7 ) “Permanecer” em Cristo e ter as palavras dele dentro de nós significa que conduzimos nossas vidas sob o comando dele, descansando nele, ouvindo o que Ele tem a dizer. Assim, estaremos aptos a pedir a Deus qualquer coisa que desejarmos e Ele responderá. Aqui está outra vantagem: “Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: se pedirmos alguma coisa de acordo com a sua vontade, ele nos ouve. E se sabemos que ele nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que temos o que dele pedimos.” (1 João 5:14-15) Deus responde nossas orações de acordo com a sua vontade (e de acordo com a sua sabedoria, seu amor por nós, sua santidade…).
Nós erramos ao assumirmos que sabemos qual é a vontade de Deus, quando somente alguma coisa faz sentido para nós! Nós assumimos que há somente uma “resposta” correta para cada oração específica, tendo a certeza de que AQUELA é a vontade de Deus. E é aí que fica mais difícil. Nós vivemos dentro dos limites do tempo e do conhecimento. Temos apenas informações limitadas sobre cada situação e sabemos algumas implicações de ações futuras nessas determinadas situações. O entendimento de Deus é ilimitado. Como um evento ocorre no curso da vida ou da história é apenas algo que Ele já sabe. E Ele deve ter propósitos muito além daqueles que podemos imaginar. Logo, Deus não fará algo simplesmente porque determinamos que essa deveria ser a sua vontade.
O que é preciso? O que Deus está inclinado a fazer?
Páginas e páginas poderiam ser preenchidas com as intenções de Deus para nós. A Bíblia inteira é uma descrição do tipo de relacionamento que Deus quer que experimentemos com Ele e do tipo de vida que Ele quer nos dar.
Aqui estão alguns exemplos:“…o Senhor espera o momento de ser bondoso com vocês; ele ainda se levantará para mostrar-lhes compaixão. Pois o Senhor é Deus de justiça. Como são felizes todos os que nele esperam!” (Isaías 30:18 ) Você captou isso? Como alguém que se levanta de sua cadeira para oferecer ajuda, “Ele se levanta para lhe mostrar compaixão”. “Este é o Deus cujo caminho é perfeito; a palavra do Senhor é comprovadamente genuína. Ele é um escudo para todos os que nele se refugiam.” (Salmo 18:30) “O Senhor se deleita naqueles que o temem [reverenciam], que colocam sua esperança em seu leal amor.” (Salmo 147:14)
Resultado de imagem para pessoas orando imagensDe qualquer maneira, a maior demonstração do amor e da compaixão de Deus por você é expressa pelas seguintes palavras de Jesus: “Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida pelos seus amigos” (João 15:13 ), que nada mais é do que o que Cristo fez por nós. Então, “Aquele que não poupou a seu próprio Filho, mas o entregou por todos nós, como não nos dará, juntamente com ele, gratuitamente todas as coisas?” (Romanos 8:32)
E o que dizer das orações “não respondidas”?
Certamente as pessoas ficam doentes e até morrem; problemas financeiros são reais, e toda sorte de situações difíceis é passível de acontecer na vida de qualquer um. O que fazer então?
Deus nos diz para levar todas as nossas preocupações a Ele. Mesmo quando a situação parecer irremediável, “Lancem sobre ele toda ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês.” (1 Pedro 5:7) As circunstâncias podem parecer estar fora de controle, mas não estão. Quando o mundo inteiro estiver desabando, Deus ainda pode e sempre poderá segurá-lo em suas mãos. É aí que uma pessoa pode se sentir muito agradecida por ter o privilégio de conhecer a Deus. “Seja a amabilidade de vocês conhecida por todos. Perto está o Senhor. Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus.” (Filipenses 4:5-7) Deus pode providenciar soluções para os seus problemas além do que você considera ser possível. Provavelmente, qualquer cristão pode listar exemplos como esse em suas próprias vidas. Mas se as circunstâncias não melhorarem, Deus ainda pode nos dar a sua paz em meio a tudo isso. Jesus disse: “Deixo-lhes a paz; a minha paz lhes dou. Não a dou como o mundo a dá. Não se perturbem os seus corações, nem tenham medo.” (João 14:27)
É neste ponto (quando as circunstâncias ainda estiverem difíceis) que Deus nos pede para continuar a confiar nele – para “andar pela fé, não pela visão”, diz a Bíblia. Mas não é uma fé cega; é baseada no caráter de Deus. Um carro viajando pela ponte Rio-Niterói é totalmente sustentado pela integridade da ponte. Não importa o que o motorista possa estar sentindo, ou pensando, ou discutindo com o passageiro do outro assento. O que faz o carro chegar seguramente ao outro lado da ponte é a integridade dela, na qual o motorista resolveu confiar. Do mesmo modo, Deus nos pede para confiarmos em sua integridade, seu caráter, sua compaixão, amor, sabedoria, retidão e justiça em nossa defesa. Ele diz: “Eu tenho amado com amor eterno; com amor leal a atraí.” (Jeremias 31:3 ) “Confie nele todo o tempo, ó povo. Coloque diante dele o coração, pois ele é o nosso refúgio.” (Salmo 62:8)
Em Resumo…Como Orar
Deus se ofereceu para responder as orações de seus filhos (aqueles que receberam Jesus em suas vidas e buscam segui-lo). Ele nos pede para levar qualquer preocupação até Ele em oração, pois Ele agirá por nós de acordo com a sua vontade. Enquanto lidamos com dificuldades, temos de lançar sobre Ele nossas aflições e receber dele a paz que desafia as circunstâncias. A base da nossa esperança e fé é a pessoa de Deus. Quanto mais o conhecermos, mais aptos estaremos a confiar nele.
Para saber mais sobre o caráter de Deus, por favor leia o artigo “Quem é Deus?” ou outros artigos neste site. A razão das nossas orações é o caráter de Deus. A primeira oração que Deus responde é a oração em que você expressa o seu desejo de começar um relacionamento com Ele.
(por Marilyn Adamson, revisado por Natália Póvoas)

sábado, 5 de dezembro de 2015

Aldeia cristã síria está na linha de frente da luta contra o EI

Crianças sírias brincam com um pneu em Sadad
Os soldados sírios e os combatentes pró-regime sorriem vendo como as crianças brincam em frente a um canhão que, pela manhã, dispara salvas na localidade de Sadad, no combate contra os extremistas do Estado Islâmico (EI).
As crianças se revezam para subir no pneu de um caminhão, indiferentes à dezena de cartuchos de obuses abandonados aos seus pés e ao clima de tensão reinante neste povoado, que, segundo seus habitantes, é mencionado com o nome de Tsedad no Livro dos Reis do Antigo Testamento.
"Cerca de 60% de seus 12.000 habitantes, em particular as mulheres e as crianças, foram a outros povoados cristãos da região, como Fayruza e Yazdal", explicou o prefeito Suleiman Khalil, enquanto passa as contas do terço. "Outras famílias preferiram ir para Damasco. Os homens ficaram para defender o povoado", prosseguiu.
A localidade, a 18 km de Homs, no centro da Síria, foi um campo de batalha em outubro de 2013, ao mudar de mão várias vezes entre rebeldes e forças do regime, que se impuseram. Centenas de civis morreram durante esses combates.
"Temos medo das matanças, mas também temo por nossas igrejas porque o EI já explodiu monumentos religiosos onde entraram, como em Raqqa", lembra um morador.
O povoado, formado por uma maioria por siríacos ortodoxos, se encontra a dez quilômetros das posições do EI. Conta com uma dúzia de igrejas, algumas delas bem antigas, que sofreram poucos danos.
Além das múltiplas atrocidades contra a população, o EI destruiu uma quantidade de tesouros culturais pré-islâmicos e lugares de culto cristãos e muçulmanos considerados idólatras ou heréticos pelos jihadistas.
Temor de matanças
"Estamos ameaçados pelo Daesh (acrônimo do EI em árabe) devido à nossa religião", admite Hassan, vendedor de verduras de 22 anos convetido em combatente.
"Ameaçam todo mundo. Ficamos para defender o povoado e para impedir que se repitam as tragédias e as matanças ocorridas em outros povoados cristãos", acrescenta.
No dia 1º de novembro, os extremistas do EI se apoderaram do povoado vizinho de Mahin, de onde dispararam dezenas de tiros contra Sadad, matando civis e combatentes.
As ruas estão praticamente vazias. Não se vê nada além de veículos das "forças de Sotoro (proteção na língua siríaca)" patrulhadas pelo povo.
Cerca de 250 combatentes Sotoro originários de Hasaké (nordeste da Síria) defendem bairros e localidades cristãs. Eles ocupam Sadad, junto com os moradores do povoado e as "Águias da tempestade", braço armado do Partido Social Nacionalista Sírio (PSNS, pró-regime).
Seis "águias" morreram há três semanas quando um suicida do EI explodiu um carro a 3 km de Sadad.
"Viemos aqui para estar ao lado do exército regular (do regime) e ajudá-lo em sua luta contra o Daesh. Estamos aqui para defender todos os sírios e nossos irmãos cristãos em particular", afirma Badia Hasan, de 26 anos, um combatente dos Sotoro.
Segundo ele, os extremistas "cometerão matanças" se entrarem na cidade.
As forças do regime estão a postos nos arredores do povoado e, segundo fontes locais, também haveria posições russas.
Os militares russos estão presentes sobretudo em um aeroporto situado entre Mahin e Sadad. Uma fonte militar disse que se trata de "conselheiros" que ajudam as forças leais a Assad em sua ofensiva para reconquistar Mahin.
"Assessores russos foram vistos no povoado (de Sadad) e algumas pessoas inclusive os fotografaram", diz um morador.
Por Maher AL MOUNES

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

"Minha filha por que me colocou neste asilo ?

Mamãe você na cadeira de rodas, eu tenho mil coisas a fazer, não dava para cuidar de você. Como poderia ficar lhe empurrando na cadeira de roda ?
Gozado minha filha, quando você nasceu, você também não andava, e eu te carregava no colo,também tinha mil coisas a fazer, tomar conta dos seus irmãos, fazer o café o almoço o jantar, lavar roupas, entre tantas coisas...tinha um milhão de coisas a fazer, cuidava do seu pai , de tudo dentro de casa...
Depois quando você começou a andar os cuidados aumentaram , tinha que ficar olhando em cada canto de casa, para ver o que estava fazendo.Depois veio a fase da escola eu levava e trazia você, e lá em casa cheio de coisas para fazer...E coloquei você no colégio pago, lavava roupas para fora para inteirar para pagar o melhor colégio para você estudar...sempre pensando no melhor para você.
 E quando veio a sua fase da faculdade, lembra, além das roupas, fazia salgadinho para vender nos botequins, pois era cara a faculdade, mas trabalhava muito, para você ser alguém na vida e ter um diploma, o que eu nunca tive, mas isso não me desonra.A pensão do seu pai era pouca, eu me desdobrava em três , para sua faculdade para nunca o pagamento atrasar.Aí você se formou. E logo casou. Saiu de casa, e pouco vinha me visitar.
Adoeci, fiquei nesta cadeira de rodas, realmente ficou difícil em casa me movimentar...A sua solução foi esta né minha filha, me colocar neste lugar.Onde quase ninguém vem me ver, nem mesmo poucos minutos para conversar.É a vida minha filha...mas muitas coisas ainda vai aprender...Só peço a Deus que seus filhos na sua velhice trate de você.
Que não lhe leve para o lugar do abandono...Para nenhum asilo...para você não sofrer de solidão...Vai minha filha, que Deus a proteja...Que todos os dias e noites oro por vocês...
Não sei quando vai vir me ver...Dê um beijo nos meus netos...que você ainda não os trouxe para eu conhecer...Vá minha filha ...Que Deus lhe dê o que há de melhor...Pois foi Deus quem meu deu forças...nas horas que estava exausta,Nas minhas orações Ele me fortalecia...e até hoje é com Ele que converso.
Ele para mim não é só apenas um Deus...Hoje minha filha Ele é meu único amigo. Por isso minha filha você vê uma cadeira vazia perto da minha cama, é lá que Ele senta para conversar comigo, horas...e horas...me confortar...Aliás Ele sempre me conforta. Sempre."

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Violência contra os cristãos se estende na Nigéria

A intensa violência que ocorre no nordeste da Nigéria está se espalhando para o sul, onde o grupo extremista islâmico Boko Haram já matou milhares de cristãos. Militantes conhecidos como ‘fulani’, o maior povo islâmico nômade do mundo, são suspeitos de matar dezenas de cristãos nos estados de Plateau e Taraba, nos últimos meses.
“Os dois estados formam a extremidade oriental do ‘Cinturão do Meio’ da Nigéria, abrangendo a linha pré-colonial e dividindo o norte predominantemente muçulmano da Nigéria, de seu sul que é cristão”, relata um dos analista de perseguição.
Pesquisadores da organização Portas Abertas concluíram que o padrão da violência fulani na região é inspirado pela mesma ambição que impulsiona o Boko Haram, ou seja, obrigar o mundo não-islâmico a obedecer ao islã.
“Os cristãos nigerianos necessitam das nossas orações, eles precisam saber que não estão sozinhos. Não tem sido fácil, mas eles estão se esforçando muito para não combater fogo com fogo, tentando se defender de uma forma que honre a Cristo”, finaliza o analista.
Deixe seus comentarios e compartilhe esta matéria se vc gostou!
Fonte: Portas Abertas
Deixe seu comentário
Name *
Email *
Website
Comentário
Publicar comentário

UE oferece 3 bilhões de euros para Turquia conter fluxo de migrantes

A Comissão Europeia vai apresentar, até 15 de dezembro, um programa de apoio a refugiados que se encontram na Turquia, anunciou neste domingo (29) em Bruxelas, o líder do executivo comunitário, Jean-Claude Juncker. O objetivo é ajudar o governo turco para evitar que mais pessoas continuem a migrar para a Europa.
“A Comissão Europeia vai apresentar até 15 de dezembro um plano detalhado para a reinstalação dos refugiados que estão atualmente na Turquia”, disse Juncker, em coletiva de imprensa no final da reunião de cúpula extraordinária entre a União Europeia (UE) e a Turquia. “A reinstalação tem de ocorrer nos próximos meses, e estou muito otimista.”
Nesse sentido, foi também oficializada uma verba de 3 bilhões de euros para ajudar a Turquia a lidar com a crise de migrantes e refugiados.
Os líderes decidiram ainda, anunciou, o primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, realizar duas reuniões anuais de cúpula entre os dois blocos.
No encontro, decidiu-se que devem ser mantidas discussões regulares, havendo ainda a intenção de reforçar a cooperação sobre política externa e de segurança, incluindo o combate ao terrorismo.
O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, lembrou que a questão da migração foi a principal razão do encontro de hoje, mas destacou que a UE não espera que as suas fronteiras sejam guardadas por outros: “Isso só pode ser feito por europeus”. Ele, no entanto, ponderou que a UE e a Turquia têm que agir juntas.
*com informações da Agência Brasil
Deixe o seu comentário

Delegacia vazia não combate intolerância religiosa

No último sábado (28), o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, anunciou a criação de uma nova delegacia no Distrito Federal, que ficará responsável por reprimir crimes de intolerância religiosa e racismo. Medida louvável, mas pouco viável no cenário atual.
É de conhecimento público – e o Sindicato dos Policiais Civis do DF já fez várias paralisações este ano por conta disso – que a Polícia Civil do DF (PCDF) passa por sua pior crise de recursos humanos de todos os tempos.
Delegacias circunscricionais têm mantido seus plantões de vinte e quatro horas com apenas três ou quatro policias. Entre as consequências estão a sobrecarga de trabalho, adoecimento dos agentes e atendimento precário. Também há reflexos na demora de um simples registro de ocorrência e, o pior, o atraso no início das investigações e prisão dos criminosos. Há alguns anos, ao tomar conhecimento de um crime, os policiais civis tinham condições de imediatamente sair na captura do infrator e recuperação do patrimônio subtraído. Hoje isso não é possível. Não por culpa dos policiais, mas porque não há policias suficientes.
Em 1993, a população da capital era de um milhão de habitantes para um efetivo de cerca de 4.900 policiais civis. Em 2015, nossa população ultrapassa os três milhões de habitantes e estamos estagnados em 4.800 policiais. A população triplicou, a criminalidade também, e não houve investimento em mais policiais para investigar
Neste ano, cerca de 500 policiais se aposentaram. Para o próximo ano, a previsão é de pelo menos mais 500 novas aposentadorias. O atual governo deu posse há apenas 48 novos policiais. Cerca de 430 aprovados no concurso de 2013 já concluíram o curso da Academia de Polícia Civil e já estão aptos a começarem o trabalho imediatamente. A governança do GDF impede sua contratação alegando a Lei de Responsabilidade Fiscal. Entretanto, os recursos da segurança pública são do Fundo Constitucional do DF – verbas federais e, portanto, não são atingidas pela LRF.
Somadas às aposentadorias, o Governo do Distrito Federal, por meio da direção da PCDF e da Procuradoria do DF realizaram um acordo com o Ministério Público cedendo 115 policiais civis ao sistema penitenciário para realizarem um trabalho que é da Secretaria de Justiça e não de um órgão da segurança pública. Esse número de policias equivale ao efetivo de duas delegacias pelo quadro atual.
Várias delegacias necessitam passar por reformas. Outras precisam ser demolidas e construídas novas, como são os casos de Sobradinho 2 (35ª DP), Taguatinga Norte (17ªDP) e Gama (20ª DP). As Delegacias de Planaltina (16ª DP), Ceilândia Centro (15ªDP) e Vicente Pires (38ª DP) estão com as obras suspensas há vários meses, uma vez que a construtora faliu. Os prédios do Instituto de Criminalística e do Instituto de Identificação estão longe de terem suas obras concluídas. O teto do Instituto de Pesquisa de DNA está desabando, escorado por vigas há mais de um ano. O Instituto de Medicina Legal deve ser um dos prédios mais antigos da PCDF e já não comporta suas necessidades há muito tempo.
Apesar de todos esses problemas estruturais, a Polícia Civil perdeu 15 milhões de reais em investimento que estavam previstos para 2015. Recursos que poderiam garantir algumas das obras referidas. Além disso, do dinheiro que sobrou, cerca de outros 15 milhões, corre-se o risco de vê-los perdidos e devolvidos para a União, caso não sejam executados até o dia 20 de dezembro.
Na verdade, caso não sejam executados antes do final do ano, há recursos previstos para a segurança pública no valor de 500 milhões de reais. Na crise propalada, essa importância seria crucial. O que não se pode permitir é que dinheiro destinado à segurança pública seja desviado para outros segmentos ou simplesmente devolvidos à União.
Além disso, cidades como Águas Claras, Itapoã e Sol Nascente reclamam a instalação de delegacias. Mas de que serve um prédio sem policiais? De que adianta um prédio só de fachada, com uma bela placa de inauguração em mármore ou granito? Uma placa, uma viatura e um prédio não resolvem crimes complexos; não apuram fatos delituosos que repercutem na sociedade; não garantem a preservação do patrimônio do cidadão e das empresas, desde o aparelho celular do estudante e do trabalhador, passando pelas fraudes milionárias no sistema bancário até as explosões em caixas eletrônicos, que agora cessaram, após a atuação dos policiais civis do DF. A preservação dos templos religiosos e o combate ao racismo no DF são questões urgentes. Para isso, precisamos de mais policiais civis e não de prédios vazios.
 * Rodrigo Franco é presidente do Sindicato dos Policiais Civis do DF (Sinpol-DF)
 ASSESSORIA DE IMPRENSA – SINPOL-DF
Proativa Comunicação
Contatos: Flávio Resende (61) 9216-9188
Tel.: (61) 3242-9058/2845
E-mail: proativa@proativacomunicacao.com.br
Twitter: ProativaC